ALAMI

Menu

Links

Valnice Pereira da Silva

Cadeira 51 — LITERATURA
Cadeira 51 — LITERATURA
Patrono: Álvaro Brandão de Andrade


 

        Valnice Pereira nasceu em 1955, na cidade de Santa Vitória e mudou-se para Ituiutaba com seis anos de idade, de onde nunca mais saiu. É filha de Augustinho Pereira da Silva e Valnira Maria da Silva. Tem doze irmãos e um filho, Franklim Augusto. Formou-se em Pedagogia, especializou-se em Educação Infantil pela Universidade do Estado de Minas Gerais e atua como professora do ensino fundamental. Escritora, com dois livros publicados e participação em várias antologias. Publica contos e poemas nos jornais locais. Seu primeiro livro foi "Lurdinha Varredeira — A pureza da loucuca". Como autodidata, compôs o hino da escola Bias Fortes. Compôs, também, uma Tabuada Cantada que gravou em CD. Publicou três livros escritos por seus alunos como forma de incentivá-los. É acadêmica da ALAMI — Academia de Letras Artes e Música de Ituiutaba —, ocupando a cadeira 51, cujo patrono é o Dr. Álvaro Brandão de Andrade. Participou da “Antologia de Contos” (ALAMI, Egil, 2005), com o conto “Flor-de-murici”, e da “IV Antologia de Poetas de Ituiutaba” (ALAMI, Egil, 2006). Lançou o livro de contos “Do outro lado da ponte” (Egil, 2006). Em 2006 teve dois dos seus contos classificados entre os dez melhores do 1.º Concurso Contos do Tijuco “Agesípolis Fernandes Maciel”, da ALAMI, e em 2007, no 2.º Concurso Contos do Tijuco “Altair Alves Ferreira”, outro conto seu foi selecionado e será publicado na antologia de mesmo nome, em 2008.

* * * * *

Poemas:

Eu queria

O tempo

 

Crônicas:

A faixa do presidente

 

Contos:

A agonia da barata

A vingança do braço morto

Mãe, me leve com você!

O apito do Baduy

Questão de honra

 

Livro:

Lurdinha Varredeira, a pureza da loucura