ALAMI

Menu

Links

           Plataforma
                    Consciência

Autor: Paulinho Mello

 
É prata
é ouro
é tesouro ternura
que herdamos
da cidade de PRATA

Perfil da dignidade
inteligência
sabedoria
e gentileza

Gentil no proceder
no trabalho
no acontecer
e na profissão

Deus concebeu
com louvor
o existir e o repartir
autenticando
a fraternidade de
em categórico saber

Cem anos
no esplendor do viver
Comovido
pelo nome recebido
GENTIL
premiando e multiplicando
belos sonetos
pelas horas
dias
e anos
vividos
GENTIL
conhecido
por gentil ser

Saudades,
e muitas,

amigo Gentil Novaes.
 

 

* * * * *

Iscas, anzóis e mentiras

Autor: Paulinho Mello

 

 

Ao amigo, João Corrêa de Almeida


O rio
a água
a ponte
e o poente

O pescador
encorajando
o pensador
fisgando e
vendo passar
o tempo

Sentado no barranco
à espera de agarrar
nem que seja
um papa-terra

Cortando
o dia
tarde
e noite
molhado pelo suor
e escorregando
em fétidas lamas

No mundo do passatempo
a mentira
é do pescador
motivação e intenção
do muito
nunca ter pescado

Ditas sem sentidos
Nada de peixes
Nada de lucros
Só o banho na minhoca
e goles da tapioca

Cansado e ferrado
por loucas moscas
lança um triste olhar
ao maldoso rio
Sentindo mal-estar
pelo tempo perdido
Rio fundo
água suja
samburá vazio
Depois
mentiras sem testemunhas
e fiscos

* * * * *

Tudo é poesia

Autor: Paulinho Mello

 


Mal sabia eu
que num dia chuvoso
num ambiente
vivido e sentido
estava vivendo
o instante do adeus

Nas franjas misteriosas
a obediência dos instintos
descobre instrumentos das razões
ultrapassando o existir

Descendo no fundo da verdade
Arraigados sentimentos percebidos
bailando em felicidades flutuantes

Ao remendar dos sonhos
e na entrega de fios memoriais
os sábios rabiscar poéticos
glorificando instaneidades inesquecíveis.

Minhas despedidas de cargos
e funções públicas municipais
de Ituiutaba.

Acentuo meus agradecimentos.

 

 

* * * * *